Revendo a Modelagem de Processos de Negócio

March 2, 2017

Existe atualmente certa procura por Modelagem de Processos de Negócio ou Business Process Modelling – BPM. São executivos e analistas em busca de melhor compreensão de seus processos e conjunto de atividades, para fins de melhoria, racionalidade, economicidade, etc.

 

No entanto, de pouco vale um esforço de BPM se não houver paciência e técnica, justamente para a modelagem dos processos de negócio, via representação simplificada da estrutura do negócio.

 

Prever e estimar de modo consistente o comportamento do negócio que está por ser modelado requer um esforço e uma atenção para a escolha de métodos robustos de modelagem e simulação  (via modelo causal, análise input-output, análise de impacto, etc.) que permitam:

 

  1. Analisar os processos existentes para identificar lacunas e ineficiências;

  2. Compreender e simular o impacto de cada processo nas operações cotidianas da empresa e sua estreita vinculação com os objetivos do negócio em si;

  3. Ter informação suficiente para adotar mudanças significativas nos processos.

 

Nossa visão a este respeito indica, portanto que a empresa que de fato deseje rodar um BPM, considere uma boa etapa de escolha da modelagem, uma boa etapa de racionalização de seus procedimentos documentados, e criação de novos procedimentos documentados ou instruções operacionais que se façam necessárias; e considere ainda, como relevante, um conjunto de tarefas de estudo da proposição de valor nos processos, de sorte que estes satisfaçam os requisitos dos clientes pela agregação de pacotes de serviços e benefícios que sejam de fato novos e disruptivos.

 

Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 

Logike ® Associados S/C Ltda

(0xx21) 3553-5655   |   sac@logike.com

  • YouTube