top of page

Damodaran está certo: Todas as empresas passam por ciclos de vida.

Frase clássica do Aswath Damodaran, professor de finanças na Stern School of Business da Universidade de Nova York:

Todas as empresas passam por ciclos de vida – nascem, crescem, amadurecem e declinam.

Damodaran, um dos maiores especialistas em valuation e portfólio está mais do que certo. Resumidamente, pode-se pontuar que:


  • O ciclo de vida de uma empresa é frequentemente comparado ao ciclo de vida de um produto. Assim como os produtos têm uma curva de adoção e maturidade, as empresas também passam por estágios semelhantes.

  • Na fase inicial, uma empresa está "nascendo", o que significa que está desenvolvendo seu produto ou serviço, estabelecendo sua identidade e entrando no mercado. Durante a fase de crescimento, a empresa experimenta um rápido aumento em receitas, clientes e presença de mercado. Esta é muitas vezes uma fase "emocionante" para os sócios e dirigentes, mas também desafiadora, pois a empresa pode enfrentar problemas de escala e gerenciamento.

  • À medida que a empresa amadurece, ela entra em uma fase de estabilidade e consolidação. Neste estágio, o foco pode mudar para a otimização de processos, a gestão de custos e a expansão geográfica.

  • Finalmente, todas as empresas eventualmente enfrentam a fase de declínio, onde podem eventualmente virem a ser superadas por mudanças no mercado, tecnologia obsoleta, absoluta falta de inovação ou fatores como competitividade em preço. É importante que as empresas reconheçam esse declínio e se adaptem ou reinventem-se para evitar a extinção.


Aprendendo com o Damodaran, percebe-se que o foco de uma empresa precisa mudar à medida que ela avança no ciclo de vida - as empresas precisam agir conforme apropriado para sua idade.

Isto pode significar que suas prioridades podem mudar para a expansão de mercado, desenvolvimento de marca e criação de uma base de clientes realmente sólida. Uma empresa madura pode e deve:


  • Priorizar a otimização de processos,

  • Lidar com a necessária diversificação de produtos e serviços,

  • Realizar os estudos necessários para uma "reentrada" em novos mercados ou segmentos.





À medida que uma empresa entra ou corre o risco de entrar em uma fase de declínio, ela pode precisar adotar medidas como reestruturação ou mesmo "reinventar-se" por meio de estudos de tendências e investimentos em P&D.


Sim, o mais conhecido especialista em valuation, gestão de portfólio e finanças corporativas está certo novamente. É preciso entender o ciclo de vida da empresa, para então ajustar suas estratégias de competitividade.


Como podemos ajudar? Fale com nossos consultores em sac@logike.com



Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page