Estabelecendo uma Abordagem ao Risco Empresarial

May 13, 2017

Empresas que estejam em busca de crescimento sustentável, devem estabelecer uma abordagem sistemática ao risco, em vez de tratá-lo como um componente único ou isolado no seu sistema de gestão.
 

O Comitê TC-176 da ISO define risco como "o efeito da incerteza sobre um resultado esperado", e as empresas com maior robustez em seus sistemas de gestão e governança, são aquelas que evidenciam estar de fato determinando e controlando os riscos que podem afetar o desenvolvimento e a estabilidade do negócio, sobretudo conforme a expectativa das suas partes interessadas.
 

Pretendendo implementar processos para enfrentar os riscos e planejar ações-resposta que sejam proporcionais ao potencial impacto dos riscos, há que se escolher uma metodologia de abordagem ao risco. A despeito da empresa adotar uma metodologia FMEA (failure mode and effect analysis) ou HAZOP (hazard and operability studies), que são as metodologias adotadas pela Logike Associados© em seus clientes, o que não pode faltar é justamente o exame de Identificação dos desvios de processos, considerando os erros aleatórios e os erros sistemáticos em cada processo crítico e em seguida verificando se estes erros podem se transformar em riscos conforme seus efeitos e conseqüências.
 

Destaca-se que vale também considerar como erro, aqueles processos que embora estejam "padronizados" por procedimentos ou instruções normativas internas, não atingem regularidade quanto a repetibilidade (aquilo que se pode repetir).

 

Finalizando, algumas orientações quanto a uma boa prática de gestão de riscos:
 

  1. Levantar perícias já feitas em processos críticos da empresa e propor grupos de melhoria a partir destes dados.
     

  2. Fazer referência nas instruções de trabalho às normas regulamentadoras aplicáveis e de igual modo às normas e portarias de riscos dos próprios clientes.
     

  3. Indicar, na matriz de cargos, os responsáveis e suas atribuições no gerenciamento de riscos.
     

Respostas planejadas aos riscos, contato com especialistas nos processos críticos e "Protocolos" de gestão do risco complementam uma boa prática de gestão de riscos.
 

Mais em www.logike.com

 

Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 

Logike ® Associados S/C Ltda

(0xx21) 3553-5655   |   sac@logike.com

  • YouTube